terça-feira, 22 de setembro de 2015

A GRANDE FARSA DE ZAKIR NAIK, O MUÇULMANO


Robson T. Fernandes

Há um vídeo de um muçulmano (Zakir Naik) circulando na internet, em que ele cita vários textos da Bíblia para refutar uma moça católica e "demonstrar" que Jesus não é Deus, afirmando que não existe nenhum texto da Bíblia que diga que Jesus é Deus.

Isso faz parte de mais uma investida falsa e distorcida do Islamismo para enganar o povo, especialmente pela quantidade descontextualizada de textos da Bíblia que este muçulmano cita, de forma maliciosa. E sim, é mentira dele, pois existem vários textos da Bíblia que dizem que Jesus Cristo é Deus!

Em Filipenses 2.6 diz que mesmo Jesus subsistindo em forma de Deus, não ficou orgulhoso e nem fez algo ilícito por ser igual a Deus. Ainda, Filipenses deixa claro que mesmo sendo Deus, Jesus assumiu a forma de homem, de servo. Então, é por isso que Jesus parece um homem e é aqui que as passagens que o muçulmano utiliza, de forma descontextualizada, se encaixam. Jesus é Deus.

Em João 8.58 o Senhor Jesus disse: "Em verdade, em verdade eu vos digo: antes que Abraão existisse, EU SOU". Ou seja, Ele usa o nome sagrado de Deus, que foi revelado a Moisés na sarça ardente em Êxodo 3, quando o próprio Deus aparece para Moisés. Deus que apareceu para Moisés na sarça foi Jesus. Jesus é Deus.

Isaías 9.6 declara que Jesus, o menino que nasceu e o filho que se deu a nós, é o Deus forte e Pai da eternidade. Jesus é Deus.

O Evangelho de João 1.14 declara que Jesus se fez carne e habitou entre nós, e no versículo 1 diz que Ele é Deus. Ainda, no versículo 3 diz que Ele, Jesus, sendo Deus, é o Criador de todas as coisas. Jesus é Deus.

Contudo, o que o Sr. Zakir Naik está fazendo é simplesmente seguir o exemplo do deus que ele serve, Allah, pois no Corão Sura 3:54 está escrito que o deus muçulmano, Allah, é o melhor dos enganadores.

“Mas eles (os judeus) foram enganosos, e Allah foi enganoso, porque Allah é o MELHOR dos que ENGANAM” (“Wamakaroo wamakara Allahu waAllahu khayru al-makireena”)

Saibam que a palavra árabe MAKARA significa: engano, mentira.

Agora, eu fico impressionado como um muçulmano que cita textos bíblicos fora de seu contexto e com o sentido distorcido consegue enganar cristãos. É uma pena que a farsa do islamismo esteja enganando muitos que se dizem cristãos.

video